Setur-RJ discute medidas para alavancar o turismo carioca

setur rjEvento propôs um hackathon para novas ferramentas de divulgação turística

O secretário de Estado de Turismo do Rio de Janeiro, Otávio Leite, fez a abertura do encontro “Investe Turismo – Perspectivas para Alavancar o Turismo”, promovido na manhã de ontem (7). Realizada no auditório do CRAB (Centro de Referência do Artesanato Brasileiro), a iniciativa faz parte de um convênio firmado entre o Sebrae, o Ministério do Turismo e a Embratur. O objetivo é discutir ações que possam promover o turismo carioca.

“É preciso identificar o que é possível ser feito para a promoção do turismo. Queremos encontrar ideias para a divulgação dos nossos destinos, utilizando as ferramentas digitais, que estão em alta no momento”, ressaltou Leite no discurso de abertura.

Na ocasião, Philippe Campelo, diretor do Rio Convention & Visitors Bureau, ministrou a palestra “O Turismo e os Desafios para o Mercado - O Potencial do Desenvolvimento do Rio de Janeiro”. Em sua fala apontou experiências internacionais de sucesso para atração turística.

Setur-RJ: propostas

No encontro, Leite reuniu-se ainda com representantes do segmento para pensar e discutir ações pontuais de incentivo. A preocupação inicial é em iniciativas que invistam na qualificação, divulgação e na promoção dos produtos turísticos.

“De nada adianta se as pessoas não souberem destes atrativos turísticos. Iniciativas como este encontro são bem-vindas e a Secretaria apoia inteiramente”, afirmou o secretário. 

Uma das propostas é organizar um hackathon de turismo para desenvolvimento de ferramentas de divulgação mais atualizadas. “Estamos imersos no mundo digital e é preciso seguir nessa direção. A ideia é organizar um hackaTur com aceleração e com incubação, para que startups que usam essas ferramentas do século XXI, possam contribuir com a elaboração e conceituação de aplicativos que permitam algoritmos que acelerem a divulgação dos destinos do Rio de Janeiro”, concluiu Leite.

(*) Crédito da foto: Flávio Cabral/ Setur-RJ

Comentários