Marco Antonio Fatuch morre em Curitiba

marco antonio fatuchFatuch foi o primeiro presidente do Curitiba CVB

Marco Antonio de Oliveira Fatuch, grande nome do turismo paranaense, faleceu na nesta madrugada, dia 16 de abril, aos 74 anos, em Curitiba. O velório acontece desde às 10h no Cemitério Luterano e o sepultamento será às 17h, no mesmo local. Fatuch deixa esposa, três filhos e três netos.

Marco Antonio Fatuch: perda para o turismo paranaense

Fatuch, nascido em Ponta Grossa (PR), foi um marco para as instituições turísticas do estado sulista. Em 1972, assume, pela primeira vez, a presidência do SEHA de Curitiba (Sindicato Empresarial de Hospedagem e Alimentação) - antigo Sindotel (Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares). Como presidente, tornou a entidade modelo para outros estados e deu-lhe uma sede própria. Em 2007, voltou, após 18 anos, para assumir o mandato até 2010

O paranaense também foi o primeiro presidente do Centro de Convenções de Curitiba, assim como do Curitiba Convention & Visitors Bureau. Na esfera nacional, ainda ocupou a vice-presidência da FBHA (Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação)

Não só de hotelaria viveu Fatuch. O posto de presidente do Clube Curitibano também entre no currículo do sulista. Fatuch esteve a frente de clube entre 1990 e 1996, com uma gestão marcada por grandes eventos. "Em 1990, aconteceu o 1º Salão Curitibano de Artes Visuais. Já em 1992, foi responsável pela compra do terreno que, em 1999, viria a ser a Sede Lucius Smythe. Ainda em 1992, instalou no Salão Rubens Arles Bettega, antes chamado de Salão Azul, o icônico lustre composto por 40 mil peças de cristal alemão, marca da identidade do Curitibano", informou o clube, em nota, sobre os feitos do presidente falescido. 

Comentários