Empresa espanhola quer vender hospedagem por hora

(foto: hotelariabrasil.com.br)

Nada mais comum do que um executivo chegar a um hotel tarde da noite, tomar um banho, dormir coisa de seis horas e passar todo o dia seguinte em reuniões de negócio. Apesar disso, o valor pago por sua diária hoteleira é com base em 24 horas, ponto questionado pela espanhola ByHours e que, segundo a empresa, pode abrir novos negócios. Sediada em Barcelona, no nordeste espanhol, a corporação iniciou seus trabalhos com o mercado hoteleiro este ano e pretende revolucionar o setor. Funcionando como um portal de buscas, a companhia tem intenção de vender não apenas estadias com 24 horas, mas também com 3, 6 e 12 horas. A ideia é atingir principalmente clientes em regiões de aeroportos, hospitais, estádios de futebol ou casas de show. Christian Rodríguez, idealizador do ByHours, disse ao El País que poucos hoteleiros têm se mostrado contrários à ideia, pois ela abre o campo de negócios com horas fragmentadas, e não restringe. Algumas redes locais já aderiram ao programa. Serviço www.byhours.com

Comentários