Azul Linhas Aéreas vê lucro desacelerar no 3º trimestre de 2018

Azul Linhas Aéreas - resultados financeirosEmpresa espera aumento de 16% na oferta de assentos

A Azul Linhas Aéreas divulgou hoje (8) os resultados financeiros referentes ao terceiro trimestre de 2018. O balanço divulgado pela empresa teve lucro líquido de R$ 116,6 milhões, queda de 41,5% frente a igual período de 2017. As informações são da agência de notícias Reuters

No período, o Ebitdar (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, mais custos com leasing de aeronaves) atingiu R$ 675,4 milhões. O resultado representou acréscimo de 7,6% na mesma base de comparação, informou a empresa aérea. Já margem Ebitdar recuou para 27,7%, ante 31,5% no terceiro trimestre de 2017.

A empresa também anunciou que espera crescimento da oferta de assentos total em torno de 16% em 2018. O número é próximo do piso da projeção anunciada de expansão de 16% a 18%. Enquanto isso, a margem operacional deve ficar em torno de 9%, também no limite inferior dos 9% a 11% estimados.

“Continuamos a ajustar nossa capacidade ante a volatilidade cambial e aos preços de combustível, sem perder o foco na redução de custos a partir da adição de aeronaves mais eficientes em nossa frota”, disse o presidente-executivo da Azul, John Rodgerson, em comunicado.

Azul Linhas Aéreas: custos

A Azul espera que o custo excluindo gastos com combustível caia aproximadamente 1% este ano ante 2017. O resultado está dentro do piso da estimativa de queda de 1% a 3% anunciado pela empresa.

“Acreditamos que a demanda corporativa continuará forte dado um cenário político mais estável, e que a demanda dos passageiros que viajam a lazer crescerá à medida em que nos aproximamos do período de alta temporada”, avalia Rodgerson.

Na terça-feira (6), a companhia aérea divulgou que a demanda por assentos em seus voos em outubro cresceu 15,9% frente a igual período de 2017. Em paralelo, a oferta subiu 16,6%, enquanto a taxa de ocupação caiu 0,5% na mesma base de comparação, para 82,4%. Em setembro, os números também foram positivos.

Para ver a notícia original, vá até https://bit.ly/2FdupZL.

(*) Crédito da foto: Divulgação/Azul Linhas Aéreas

Comentários